A Cauda Longa

CONCEITOS

Faz uns três anos que falar sobre cauda longa é uma das coisas mais chatas e pretensiosas de toda a internet. Uma torrente de conceitos foram concebidos sobre um assunto tão simples que cabe em um post de blog. De verdade, se dois conceitos forem dominados, as próximas explicações viram uma barbada: tagging e os movimentos de oferta e demanda pela internet.

Tagging é a atividade de atribuir categorias à informação. É considerado um movimento típico da “web 2.0”, apesar de eu não acreditar que isto existe. A partir das tags eu consigo ranquear informações por semelhança de conteúdo. Digamos que eu pegue esse texto e diga que ele pertence às tags de comunicação, gestão e qualidade. Toda vez que eu quiser listar posts com essas características, este aqui vai aparecer.

Os movimentos de oferta e demanda pela internet são um pouco mais complicados de se entender. Imagina que tu, na frente da televisão, é exposto a um programa. Tu e um milhão de pessoas, expostos ao mesmo programa. Na internet, a variedade de estímulos à disposição é tamanha que a relação se inverte: é como se eu, uma pessoa, tivesse um milhão de programas pra escolher. A oferta é gigante, mas a demanda é pontual, específica, direcionada por ferramentas de procura precisas que me poupam o tempo de percorrer corredores atrás do que eu quero. Se eu quero ISTO, é ISTO que eu procuro, acho, compro/vejo/ouço/sinto e acabou, vamos para o próximo site.

A CAUDA LONGA

É um conceito que foi pela primeira vez exposto em 2004. Sim, chapa: passaram-se 3 anos até te cair a ficha e tu dar um google atrás disso. Na revista wired (que por sinal já anunciou o fim do second life), um editor chamado Chris Anderson descreve o fenômeno de um livro até então pouco vendido que se tornou um sucesso de vendas após o lançamento de outro livro, do mesmo autor. A ligação entre o dois livros que favoreceu a criação de um sucesso de vendas anos depois de seu lançamento chama-se de Cauda Longa. Resumindo, funciona na prática assim: imagina que eu tenho tudo a disposição e que todas as coisas estão devidamente taggeadas. Tu procuras por um determinado ítem, encontra e, opa, logo abaixo da descrição do ítem, antes de chegar no Clique Aqui para Pagar há uma sessão que diz: pessoas que gostaram do que você gostou, também gostaram disso.

Feito, é criado um movimento ao redor de coisas que eu nem imaginava comprar. Coisas que, provavelmente, eu tenha afinidade e QUEIRA. Então eu leio os resumos, me interesso por mais um livro e o compro. Este segundo livro tem quase as mesmas tags que o primeiro ítem, uma ou outra diferente e, quando eu vou pagar o segundo livro há uma outra sessão que diz: pessoas que gostaram deste livro, também gostaram desses aqui.

E assim por diante.

Em portais bem montados, com estrutura que permite indexar produtos por cliques ou por tags mais compradas conseguem promover aqueles ítens que terão maior procura, levando na rabeta os que geralmente ficam encalhados. É como imaginar uma loja que sempre tem ao lado do caixa registrador exatamente o que eu gostaria de comprar, além daquilo que eu já comprei.

APLICAÇÃO

Bom, ok, imagino que pra AMAZON.COM seja bem útil estabelecer estratégias ligadas a Cauda Longa, mas convenhamos Daniel, meu site é de cadeiras de rodas. Bom amigo, aí vai da tua qualidade em gerir uma boa estratégia digital. A Cauda Longa não funciona somente para o comércio de produtos. Notícias, informações institucionais, fotografias, contatos… praticamente tudo que pode ser categorizado está submetido ao efeito Cauda Longa. E a vantagem é que quanto mais hits seu site tiver, mais bem aproveitada estará a informação dentro dele e mais perto do topo da busca do GOOGLE você ficará.

2 Comments

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s