Feedback

CONCEITOS

Feedback é um termo cunhado pela engenharia de produção, mas que hoje se utiliza largamente em todas as esferas, quando se precisa dar ou receber retorno a um estímulo.

Foi traduzido como retroalimentação, o que justifica utilizarmos o a palavra em inglês. Todo feedback deve ser usado para justificar uma mudança ou estagnação. Se não o inserirmos no Check do PDCA, ele não passa de uma opinião.

Pra simplificar, o feedback não passa de uma verdade, que deve ser dita como verdade, para que a instiuição cresca. Se for dita como ofensa ou carinho, deixa de ter seu poder.

FEEDBACK

Feedback está na moda. Casais apaixonados substituiram o “foi bom para você” por um “me de um feedback”. Histéricos em geral dormem tranquilos após terem gritado com os vizinhos, pois só estavam dando um feedback. Eu acredito que há diferentes formas de se dizer a verdade, e pra facilitar, trabalho de acordo com a seguinte cadeia de acontecimentos:

feedback certo

A gente começa falando a verdade, que tudo vai dar certo, que o mundo é lindo e que as coisas boas acontecem aos homens de bem. Naturalmente, todo mundo acha que o certo é falar a verdade. Até que um dia tua esposa chega do salão de beleza quase atrasada pro jantar de negócios que vocês combinaram de ir e O CABELO DELA ESTÁ UM HORROR. Situações difíceis demandam decisões difícies: você mente que o cabelo dela está lindo e vão para o jantar.

Pronto, o primeiro passo no ciclo do feedback foi dado. Ele deixou de ser sincero, tornou-se uma mentira, que foi dita de bate-pronto, para evitar uma situação de conflito. Agora cabe a você administrar essa encrenca até a próxima ida dela ao cabelereiro, quando o problema será resolvido. Mas não, convenhamos, foi uma mentirinha boba, não há com o que se preocupar, você pensa, até que ELA VOLTA DO SALÃO COM O MESMO CORTE HORRÍVEL. Sorri e diz que não gostou muito e o pessoal do salão recomendou outro, mas como você disse que ficou bonito, ela repetiu.

Quando você menos espera, se não trabalhar bem com a situação, logo vocês passam pro próximo passo que é brigar pela forma com que um aperta a pasta de dentes ou pelo jeito que ela faz carinho com o cachorro, até que, em um rompante, num grito desesperado, você diz: É QUE EU DETESTO SEU CABELO.

Opa. As verdades sempre encontram seu caminho. Tipo água morro a baixo e fogo morro a cima. Um dia sai. O negócio é fazermos com que seja bem administrado, que se fale a real ambição que nós temos sem machucar as pessoas na nossa volta. “Acho teu pescoço sexy, por que não deixa teu cabelo mais curto”, digamos.

APLICAÇÃO

Nas instituições, vivemos a mesma situação com o colega que tem mau hálito, a chefe que fala cuspindo, ou o funcionário que posta no blog no horário de expediente (OK!). Se são verdades que nos incomodam e perturbam o bem estar da instituição, então são verdades que devem ser faladas. Mas sempre, sempre com amor, carinho, cuidado.

Estratégias pra se fazer isso são muitas e eu recomendo que joguemos TODAS ELAS fora. Nada da idéia do sanduiche, de primeiro dar um elogio e finalizar a mijada com mais um carinho, deixando a bronca no meio. Não, isso soa falso, por mais que tenhamos experiência. Amor de verdade pra falar as verdades se fala com o coração.

>> valeu, Pablo!

6 Comments

  1. Daniel, que jeito bacana de explicar esse termo tão utilizado no mundo dos negócios, das reuniões, das pesquisas, etc… Já sabia que ele era aplicado no dia a dia, mas não nãsrelações amorosas (tipo: foi bom pra você?) Será romantico? Acho que tens toda a razão quando falas da importância de se colocar, de dar seu feedback com amor,… com o coração.
    Parabéns, Paula

  2. Precisamos ter a humildade de aprender a receber feedback. Todos os dias vemos à nossa volta pessoas teoricamente inteligentes que não têm o famoso “semancol” e continuam errando de forma que poderiam ser consideradas burras, mesmo com sinais de todos os lados mostrando que estão na contramão. Isso me faz lembrar um ditado espanhol:

    “Não existe pior cego do que aquele que não quer ver”. E é verdade.

    Nenhum líder ou empreendedor chegará muito longe se não desenvolver intensamente a capacidade de dar e receber feedback. Uma empresa onde todos ficam amordaçados pode até ser lucrativa a curto prazo, mas com certeza será um ambiente tóxico de trabalho e terá que mudar se quiser crescer a longo prazo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s