Exportação

Definição

O governo brasileiro entende a exportação de duas formas diferentes: produtos e serviços. Os conceitos são simples de se entender, sendo exportação de produtos o envio por meio físico de bens e serviços sendo a prestação de trabalho no qual o contratante está no exterior.

Além destas duas posições, ainda se pode exportar de forma direta e indireta, sendo na direta a venda do serviço ou produto direto pra uma empresa no exterior e a indireta feita através de uma trading company.

O pagamento de resultado de uma exportação se faz através de bancos internacionais, chamados dealers. O exportador informa um código chamado SWIFT que é tipo o “número da conta” a ser posto no doc de pagamento feito pelo comprador no exterior. As taxas variam de acordo com o sistema de envio, mas ficam em torno de R$90,00.

Exportação

A venda de produtos pro exterior pode ser feita pelo exportafácil dos correios e é uma barbada mesmo. O produto chega rápido, os tributos são recolhidos na hora da remessa e o custo é acessível.

A venda de serviços também não tem nenhum mistério, principalmente quando o resultado do serviço é enviado por meio digital, tipo e-mail. Nesse caso em especial, a tributação é baixíssima, a burocracia pra finalização do contrato é inexistente e a comprovação da remessa de renda do exterior pelos dealers é facílima, de conhecimento de qualquer contador. Algumas saídas, para nós brasileiros, ainda parecem totalmente fora de via. Consultórios odontológicos terceirizam suas secretárias, que ficam na India. Quase todos os serviços de telemarketing da França são operados na África.

Os processos burocráticos pra exportação de produtos só começam a partir de uma determinada escala, quando a remessa precisa ser enviada por navio. Aí entra em cena um cara chamado SISCOMEX.

Aplicação

Muitas são as linhas que o governo apresenta pra estimular exportação. O BNDES tem algumas opções ótimas para viabilizar o investimento. Instituições como a APEX podem dar facilmente o caminho das pedras, inclusive indicando trading companies que facilitam todo o processo.

Muito comum é também a formação de consórcios de exportação, nos quais várias empresas rateiam os custos e exportam por uma só empresa, aumentando o volume, baixando o preço e conseguindo compradores mais qualificados. Um consórcio conhecido para exportação de software é formado pela SOFTEX.

Há também a saída doméstica, a exportação informal, feita por geralmente pessoas físicas, que oferecem serviços pela internet. O mercado crescente neste ramo é para exportação de serviços na área de design, ilustração e desenvolvimento de software.

2 Comments

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s